Suspirações

Disponível também nas plataformas digitais:

TratoreDeezeriTunesSpotify

Adquira o álbum físico

Entre em contato para comprar:

R$35,00 - Suspirações

31 99959.3994

renatomotha@gmail.com

Patricia Lobato, lança-se no ano de 2011 em carreira solo, através do álbum Suspirações. Imprimindo sua marca a partir de um repertório composto especialmente pra ela, o álbum traz uma singular abordagem sobre o universo feminino contemporâneo.
O álbum com 14 faixas, traz baladas, sambas e canções de Renato Motha em tom jazzístico, e a poesia de Malluh Praxedes, repleta de delicadeza, romantismo e humor, consolidando uma parceria de 7 anos entre o compositor e a escritora.O CD, que será lançado no Brasil e no Japão (NRT/Maritmo), foi produzido e arranjado por Renato Motha
(violão, guitarra e vocal), com a participação dos músicos paulistas Tiago Costa (piano) e Sylvinho Mazzucca (baixo acústico), além dos mineiros André Queiroz Limão (bateria), Kiko Mitre (baixo acústico) e Serginho Silva (percussão).
Gravado em Belo Horizonte/MG, entre Janeiro e Março de 2011, com projeto gráfico de Tavinho Bretas, fotografia de Márcia Charnizon e ilustrações de Leonora Weissmann.
A pré-estréia de Suspirações aconteceu em Fevereiro deste ano, com show realizado no SESC Vila Mariana em São Paulo, e está previsto que o mesmo seja levado em 2011 e 2012 a outras capitais brasileiras e Japão.

Ficha Técnica:
- Produzido e arranjado por Renato Motha
- Gravado no Estúdio Via Sonora (BH/MG) por Demerval Filho (Dedé) e no Estúdio Nas Montanhas (Nova Lima/MG) por Caxi Rajão, em Janeiro e Fevereiro de 2011.
- Mixado no Estúdio Via Sonora (BH/MG) por Demerval Filho (Dedé) e Renato Motha, em Fevereiro e Março de 2011.
- Masterizado por Evandro Lopes no Estúdio Sonhos & Sons.
- Projeto gráfico - Otávio Bretas
- Fotografia - Márcia Charnizon
- Ilustração - Leonora Weissmann

Patricia lobato
Desde 2004, tenho acompanhado Renato no trabalho de musicar os poemas de Malluh Praxedes, uma escritora querida - Malluh tem uma maneira muito bonita e particular de escrever sobre o feminino, e ao mesmo tempo sua poesia soa simples e musical. Então, canções foram nascendo e compondo um repertório que se tornou um sonho compartilhado entre nós, deste tornar-se meu primeiro disco solo. No início deste ano, iniciamos enfim as gravações do tão esperado CD, com a direção, produção e arranjos do próprio Renato Motha, quem também tocou violão e guitarra.
Convidamos músicos super talentosos: os paulistas Tiago Costa (piano) e Sylvinho Mazzucca (baixo acústico), parceiros nossos em várias ocasiões, conhecidos por acompanharem grandes artistas da cena paulistana, incluindo a cantora Maria Rita desde o início de sua carreira, além dos mineiros André Queiroz Limão (bateria), Kiko Mitre (baixo acústico) e Serginho Silva (percussão), para juntos trazermos ao mundo o álbum Suspirações.
Privilegiamos uma sonoridade acústica, considerando que o repertório tem um clima jazzístico; daí a opção pelo quarteto de piano, guitarra/violão, baixo acústico e bateria.
Renato Motha

Quando ouvi pela primeira vez Patricia Lobato cantar, mesmo não sendo ela ainda uma cantora e sim uma estudante de Psicologia, senti através de sua voz branca, que estava diante de um timbre precioso, límpido, um cristal a ser lapidado.
Hoje, amadurecida e estreando em disco solo, Patricia demonstra, em Suspirações, que sua musicalidade transcende uma bela voz, que seu canto vem de um espaço onde a música é naturalmente elevada - pra não dizer sublime? Requinte, e uma força revestida de suavidade, como a força da água e do vento, são características inerentes ao seu cantar, que se derrama de maneira essencial pelas canções, fazendo com que possamos desfrutá-las em sua plenitude.
A revalorização da identidade feminina é mais uma marca de Patricia em Suspirações; tirando a máscara das formalidades, ela nos oferece através dos versos amorosos e sensuais de Malluh Praxedes, momentos de pura poesia, poesia na qual uma das grandes forças é também a delicadeza, e delicadeza de poeta, que transfigura a vida em canto.
Malluh Praxedes
Sei bem onde tudo começou: Renato leu um livro meu, e dias depois me ligou "cantando" um poema chamado Novena. Foi um dos melhores sustos da minha vida. Depois foi a vez de Patricia me dizer que havia juntado dois outros poemas e passou a função para o Renato "agora põe música". E assim nascia Planos, que acabou virando nome do CD que foi gravado especialmente para o mercado japonês, e que continua inédito no Brasil... Agora, nos últimos tempos, voltamos a conversar sobre o sonho de Patricia de fazer um disco somente com as nossas parcerias. Queria muito participar da produção, sugerir, experimentar a emoção de ver as músicas tomando corpo. E quando eu menos esperava, lá estavam os dois entrando em estúdio, fazendo tudo do jeito que havíamos conversado informalmente numa tarde em Casa Branca. Outra emoção sem palavras. Era só coração desmontado... E Patricia me comunicou assim: "Seu desejo é uma ordem." Que ordem, que nada. Meu desejo é ver um sonho se tornar realidade. Ouvir aquela voz suave e sensual delineando palavras com uma música cheia de sensualidade, belas harmonias, e única, como está registrado aqui. Quer alegria maior?

1. Meu revirado coração - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violão e trompete vocalizado: Renato Motha
Piano e teclados: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
2. Coração desmontado - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz e ganzá: Patricia Lobato
Violão e assovio: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
Tamborim: Serginho Silva
3. Gabriel - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Guitarra: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
4. Tardes castanhas - Renato Motha e Patricia Lobato
Voz: Patricia Lobato
Violão: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
5. Quando abri a porta - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violões nylon e aço: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
6. Artimanhas - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
7. O homem que quero - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violão: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
8. Manhas - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violão: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
9. Seja como for - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violão e trompete vocalizado: Renato Motha
10. Nosso estranho mundo - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz e ganzá: Patricia Lobato
Violão e trompete vocalizado: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Kiko Mitre
Bateria: André Queiroz (Limão)
11. Doce lampejo - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violão: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
12. We still have time - Renato Motha, Malluh Praxedes e Cláudia Mol
Voz: Patricia Lobato
Guitarra: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Sylvinho Mazzucca
Bateria: André Queiroz (Limão)
13. Tudo o que você queria - Renato Motha
Voz: Patricia Lobato
Voz, violão e assovio: Renato Motha
Piano: Tiago Costa
Baixo acústico: Kiko Mitre
Bateria: André Queiroz (Limão)
Tamborim e ganzá: Serginho Silva
14. Doce menino - Renato Motha e Malluh Praxedes
Voz: Patricia Lobato
Violões nylon: Renato Motha
Percussão: Serginho Silva