Shabds para a paz

Disponível também nas plataformas digitais:

TratoreDeezeriTunesSpotify

Adquira o álbum físico

Entre em contato para comprar:

R$35,00 - Shabds para a paz

31 99959.3994

renatomotha@gmail.com

O álbum com 9 faixas foi gravado em 2006, lançado no Japão em Março de 2007 pelo selo NRT/MARITMO, e no Brasil, em Junho do mesmo ano.
Shabds para a paz apresenta uma seleção de mantras da tradição indiana, revestidos por melodias, harmonias e ritmos tipicamente brasileiros. Os mantras interpretados por Renato Motha e Patricia Lobato, fazem parte do repertório de kirtans do Kundalini Yoga.

O álbum: As melodias e arranjos são de autoria de Renato Motha. O álbum foi gravado, mixado e masterizado em Belo Horizonte - MG, produzido pelo próprio Motha em parceria com Ronaldo Gino. Renato e Patricia promovem em Shabds para a paz, um inusitado encontro entre as culturas musicais brasileira e indiana, reunindo riquezas e singularidades existentes em ambas, criando assim uma seqüência original de mantras, selecionados e interpretados pelo duo.

Mantra e Shabd: Mantra é a tecnologia do som para projetar e/ou proteger a mente (man= mente / tra=projeção). Por ser uma estrutura sonora que utiliza uma linguagem sagrada, o mantra foi precisamente construído com o objetivo específico de se obter um melhor foco mental, favorecendo a condução para estados meditativos profundos, agindo sobre todo o corpo físico e psíquico, ajustando o sistema nervoso e hormonal, eliminando padrões mentais destrutivos e limitantes do subconsciente, e auxiliando também no processamento de informações celulares. Shabds são estruturas vibratórias contidas tanto em palavras, quanto em ritmos e melodias, que carregam a força da transformação pessoal e da liberdade para a conexão com o infinito. O Shabd, também denominado Shabd Guru, foi criado por mestres e compositores indianos desde o período da India matriarcal, para restabelecer o equilíbrio do nosso sistema nervoso, fortalecer virtudes e abrir-nos para uma compreensão interna mais profunda. O padrão do Shabd combina átomos de informação em unidades mínimas de som, que ao serem entoadas e/ou escutadas, liberam dentro da consciência uma informações particulares para o cérebro e a mente. Esta tecnologia provoca ondas de mudanças. Assim como da fricção de átomos cria-se uma enorme quantidade de energia, o mesmo ocorre em nossa consciência a partir de uma nova química cerebral que advém da combinação dessas partículas de som. Utilizamos essa tecnologia para encontrar rapidamente o calmo olho da tormenta mental e social na qual estamos inseridos. O Shabd Guru aumenta a vitalidade do nosso corpo, e em nossa mente, aumenta a inteligência e a intuição. No coração, desperta a compaixão, e na consciência, cria clareza e integridade. Shabd (do sânscrito, pronunciada em português Shábad) significa literalmente som. Guru significa o professor, aquele que conduz da escuridão (gu) para a luz (ru), o conhecimento que transforma. Portanto, este é um som que ensina. O que ele ensina? Na raiz da palavra encontra-se a resposta. Sha significa ego, Bd quer dizer corte. Este som nos leva para além da fronteira do ego. Além de ser um som especial e sagrado, elimina aquilo que nos impede de vivenciar plenamente a experiência do nosso verdadeiro Ser. Qual é o nosso verdadeiro Ser? É aquele que está além do territorial, do fragmentário e limitado. Tudo em nós é vasto, inclusivo, inteligente e universal. Esquecer que nosso território é o infinito, provoca sofrimento e desamor. Reavivar esta memória é o principal objetivo do Shabd. De onde vem o padrão do Shabd? Ele existe desde tempos imemoriais. São ondas e ritmos do pulso criativo da Consciência Infinita, que vibra continuamente. O único requisito para receber seus benefícios, é a habilidade de ouvir e sentir. Uma capacidade que nasce na mente que não teme, que está neutra e aberta.

Repertório:
1. ONG NAMO - Guru Nanak (séc XV)
2. AD GURE NAME - Guru Nanak (séc XV)
3. MUL MANTRA - Guru Nanak (séc XV)
4. GURU RAM DAS - Yogi Bhajan (séc XX)
5. WAAH YANTI KAR YANTI - Patanjali (1.000aC)
6. RAKHE RAKHANHAAR - Guru Arjun (séc XVI)
7. SAT SIRI SIRI AKAAL - Yogi Bhajan (séc XX)
8. GOBINDE MUKANDE - Guru Gobind Singh (séc XVIII)
9. SAT NAM - Guru Nanak (séc XV)

Todas as músicas são de autoria de Renato Motha

Letras / significados:

1. ONG NAMO - Guru Nanak (séc XV)
ONG NAMO GURU DEV NAMO

Eu saúdo (Namo) a divina (Dev) sabedoria (Ong) em mim, que me conduz da escuridão (Gu) para a Luz (Ru)
Este mantra de abertura é utilizado para estabelecermos uma conexão com a chamada Corrente Dourada, uma cadeia de mestres e professores do Kundalini Yoga conectados uns aos outros por meio da consciência universal. Esta corrente forma um canal que conduz a energia, a sabedoria e a proteção dos ensinamentos desta tradição. Através deste mantra, uma pessoa conecta-se à outra, estas aos mestres, e estes à Mente Divina e Universal.

2. AD GURE NAME - Guru Nanak (séc XV)
AAD GURE NAME, JUGAAD GURE NAME, SAT GURE NAME, SIRI GURU DEV E NAME

Eu saúdo a sabedoria ancestral, Eu saúdo a sabedoria que existe através das eras, Eu saúdo a verdadeira sabedoria, Eu saúdo a grande e divina sabedoria.
Este mantra dissipa nuvens de dúvida e envolve o seu campo eletromagnético numa luz de proteção.

3. MUL MANTRA - Guru Nanak (séc XV)

EK ONG KAR, SAAT NAM, KARTAA PURAKH, NIRBHAU, NIRVAIR, AKAAL MURAT, AJUNI, SAIBHANG, GUR PRASAAD, JAP!
AAD SACH, JUGAAD SACH, HAI BHI SACH, NAANAK HOSI BHI SACH

Composição de Guru Nanak, grande yogi e mestre indiano do século XV. Este mantra nos transmite a dimensão do potencial humano. Ele descreve a existência de uma perfeição possível ao alcance de nossa consciência. O Mul Mantra nos reconecta à nossa Identidade Universal e Divina.

4. GURU RAM DAS - Yogi Bhajan (séc XX)
GURU GURU WAHEI GURU, GURU GURU WAHEI GURU, GURU RAM DAS GURU, GURU RAM DAS GURU

Este mantra evoca a humildade, promovendo alívio emocional. É um chamado aos aspectos de entrega e graça do grande Mestre Guru Ram Das, que com sua luz nos guia. A primeira parte projeta a mente para a fonte do conhecimento, enquanto a segunda projeta a mesma ao Infinito.

5. WAAH YANTI KAR YANTI - Patanjali - 1.000 aC
WAAH YANTI KAR YANTI, JAG DUT PATI, AADAK IT WAA-HAA, BRAHMAADEI TRESHA GURU, IT WAHEI GURU

Este mantra é uma composição de Patanjali, reconhecido como o primeiro grande mestre indiano do Yoga. Entoá-lo é como a síntese de milhares de orações.

6. RAKHE RAKHANHAAR - Guru Arjun (séc XVI)
RAKHE RAKHANHAAR AAP UBAARIAN
GURU KI PERI PAAÊ KAAJ SAVAARIAN
HOA AAP DEIAL MANO NA VISAARIAN
SAADH JANAA KAI SANG BHAVAJAL TAARIAN
SAAKAT NINDAK DUSHT KHIN MAAE BIDAARIAN
TIS SAAHIB KI TEK NAANAK MANAI MAAE
JIS SIMRAT SUKH HOE SAGALE DUKH JAAE

Este mantra é uma composição de Guru Arjun. Ele traz energia e vitalidade à mente e ao corpo. É uma canção de vitória que ajuda-nos a superar obstáculos e a realizar nosso destino.

7. SAT SIRI SIRI AKAAL - Yogi Bhajan (séc XX)
SAT SIRI, SIRI AKAAL, SIRI AKAAL, MAAHAA AKAAL, MAAHAA AKAAL, SAT NAAM, AKAAL MURAT, WAHEI GURU

Este mantra capta a freqüência da Era de Aquário. Ele nos protege das forças violentas de ajuste aos novos tempos, lembrando-nos que tudo que fazemos tem origem no espaço imortal de nossa alma.

8. GOBINDE MUKANDE - Guru Gobind Singh (séc XVIII
GOBINDE, MUKANDE, UDARE, APARE, HARIANG, KARIANG, NIRNAME, AKAME

Sustentação, liberação, iluminação, infinito, destruição, criação, sem nome, sem desejos.
Este mantra elimina bloqueios cármicos ou efeitos dos erros do passado. Ele tem o poder de purificar o seu campo eletromagnético, facilitando o relaxamento e a meditação. É também um mantra de proteção, que contém os oito aspectos da divindade. Além de ajudar a limpar o subconsciente, equilibra os hemisférios cerebrais, aumentando sua capacidade de ser paciente e compassivo.

9. SAT NAM - Guru Nanak (séc XV)
SAT NAM = Verdadeiro Nome ou Verdadeira Identidade

Este é um Bij Mantra (Bij = semente). Dentro da semente está contido todo o conhecimento. A essência, ou semente, é a identidade da verdade condensada na forma. Entoá-lo desperta a alma.

Imprensa "Shabds para a paz":

From the first few notes of this recording the listener is transported and gently awakened to uncharted musical territory. This is an absolutely delightful and refreshing fusion of Brazilian rootsmusic with the mystical mantras of ancient India. The melodies, lyrical guitar work and evocative rhythms reveals deep sensitivity and provide pleasant surprises around each corner. Above all, it is the disarming beauty of the vocals that seem to flutter here and there like some exotic rain forest butterfly. Pritpal and Hariang have made a milestone recording that expands our concept of what kirtan or chant music can be.

"Desde as primeiras notas deste álbum, o ouvinte é transportado e gentilmente despertado para um território musical inexplorado. Esta é uma fusão absolutamente deliciosa e refrescante da pura música brasileira com os místicos mantras da Índia antiga. As melodias, o toque lírico do violão e ritmos evocativos, revelam uma profunda sensibilidade e proporcionam surpresas agradáveis a cada momento. Acima de tudo, está a encantadora beleza dos vocais que parecem esvoaçar-se aqui e acolá como exóticas borboletas da floresta amazônica. Pritpal (Renato Motha) e Hariang (Patricia Lobato) gravaram um álbum que representa um marco capaz de expandir nosso conceito sobre o que pode ser um Kirtan.

Pritpal Singh Khalsa (Espanola - New Mexico - USA) - Cantor, compositor e instrumentista

Mantra Popular Brasileiro: sons unem o Brasil e a Índia - Renato Motha e Patricia Lobato reúnem amigos para celebrar a paz e a música, e pretendem fazer do espetáculo Shabds para a paz um evento anual, reunindo no mesmo palco grandes artistas mineiros que também se expressam musicalmente através da espiritualidade.

Estado de Minas - 09/06/2006

Sons da Paz - o mundo está ao contrário, disse o poeta, e Shabds para a paz acontece porque ficou impossível alguém mais não reparar. Oportunidade recomendável, salutar. Além de favorecerem a união da consciência individual com a Consciência Universal, meditar e entoar mantras fortalecem os sistemas nervoso, glandular e imunológico, desintoxicando o organismo, prevenindo doenças e reduzindo a ansiedade e o stress. O espetáculo inédito idealizado por Renato Motha e Patricia Lobato acontece pela primeira vez em Minas.

Miguel Anunciação (crítico/espetáculos) - Hoje em Dia - 10/06/2006Veja também