IMPRENSA

DEPOIMENTOS DE ARTISTAS

Fernando Brant

Compositor e escritor

"É tão bom ouvir música boa, brasileira, bem feita, bem tocada, bem cantada. Renato e Patricia gostam de gerar filhos belos, nós já nos acostumamos. Mas é sempre uma surpresa agradável quando eles nos revelam novas canções iluminadas, como as de "Rosas para João", esse álbum pleno de beleza, harmonia e gosto de terra mineira. Mergulhar nos sons e nas palavras deles é embarcar em viagem venturosa, plena de prazeres."

sobre Rosas para João (encarte do álbum) - 21/05/2008

Toninho Horta

Compositor e guitarrista

”Renato Motha é um dos artistas mais representativos da atual música mineira. A qualidade de sua obra como compositor, intérprete e guitarrista, já alcançou êxitos de âmbito nacional. Seu primeiro trabalho em disco intitulado Caixa de sonhos, é de musicalidade íntegra, com expressividade na concepção dos arranjos e com destaque para sua interpretação e seu timbre singular. Este relançamento certamente atingirá os bons audiófilos para além de nossas montanhas e mares."

texto-encarte do álbum Caixa de sonhos - 2003

Maria Rita 

Cantora

”Menina da Lua é uma história especial, séria. Esta música é de Renato Motha, um compositor mineiro. Eu não conhecia o trabalho dele, mas estava muito curiosa porque meu pai já tinha me falado dele. Renato é maravilhoso, muito talentoso, graças a Deus...“

DVD Maria Rita - 2003

Alceu Valença

Cantor e compositor

”Renato Motha e Patricia Lobato são maravilhosos e comprovam que a riqueza cultural de Minas Gerais é evidenciada pela musicalidade de seu povo.“

Jornal Hoje em Dia - BH - 18/10/2003

César Camargo Mariano

Compositor, pianista e arranjador

"... e ele começou a cantar uma música dele (Flor de Mim), e eu me arrepiei porque essa é a segunda música da minha vida que me pegou!...

Foi assim que conheci Renato Motha , e estou cada vez mais querendo ficar mais perto desse rapaz, mais perto desse talento novo que está acontecendo e contribuindo para o desenvolvimento da música e da cultura do Brasil. Renato Motha é uma pessoa cara ao Brasil!"

Programa Ensaio - Renato Motha - TV Cultura - 13/04/2000

Johnny Alf

Cantor e compositor

Nós temos que agradecer a Renato Motha, porque ele é aquele reforço necessário que vai dar continuidade ao prestígio que a nossa música consegue ter no mundo inteiro; e eu me sinto agraciado com o convite de estar aqui ao lado dele. É só e simplesmente isso que eu tenho que dizer, mas é dito de coração. Obrigado, Renato !

Programa Ensaio - Renato Motha - TV Cultura - 13/04/2000“

Sérgio Santos

Cantor e compositor

”Há três discos que vêm me impressionando demais, entre eles, Todo, de Renato Motha, mineiro como eu. Esse moço, aliás, é um dos cantores e compositores mais completos surgidos na cena brasileira nos últimos anos."

Expresso 2222 - 05/03/2002

Guinga

Compositor e violonista

”Renato Motha está apto a figurar no primeiro time da MPB."

Jornal O Globo - 07/04/1994

Leny Andrade

Cantora

”Renato Motha é um artista de grande talento, um músico completo, e seu som é a música brasileira do ano 2000."

Na apresentação do show de lançamento do CD Brasileiro Rio Jazz Clube - RJ - dias 22 e 23/06/1993

Ivan Lins

Cantor e compositor

"Ouvi recentemente um garoto novo de Belo Horizonte chamado Renato Motha que canta que é uma loucura!" 
Jornal do Brasil - 02/05/1993

Fernando Brant -Travessia (Milton Nascimento e Fernando Brant) por Renato Motha em Yamagata JP

César Camargo Mariano - Flor de mim(depoimento de César Camargo Mariano no Programa Ensaio de Renato Motha na TV Cultura SP)

Johnny Alf - Olhos Negros / Programa Ensaio / Renato Motha com Johnny Alf no Programa Ensaio TV Cultura SP

Maria Rita - Menina da lua (Renato Motha) por Maria Rita

No rancho fundo - Renato Motha e César Camargo Mariano (Programa Ensaio TV Cultura SP

CRÍTICAS ESPECIALIZADAS

"No quinto álbum solo (tem outros sete em parceria com Patricia Lobato), inspirado na poética de Guimarães Rosa e Manoel de Barros, o compositor mineiro aprofunda o aspecto telúrico de sua música. Praticamente todas as faixas começam com sons de águas e de pássaros. A natureza e o homem da terra são também os temas da maioria, como em No rabo do vento, Paisagem, Andarilho. Feito com voz, violão, vibrafone, percussão e a voz de Patricia em quatro canções, é um trabalho que exala energia positiva. Sintetizando, é um disco para pessoas que gostam de música contemplativa, zen, quase religioso no sentido amplo do termo. Renato Motha observa e filosofa.

Juarez Fonseca - Zero Hora / Segundo Caderno / Sábado, 14 de Março de 2015.

"Menino de barro", CD que me sequestrou no fim de 2014 com sua "bossa zen-mineira".

Com momentos de epifania, é um disco contemplativo, para horas quietas e profundas, tão necessárias. Chegou aos meus ouvidos nesta penúltima semana de 2014, e abre a lista de melhores do ano.

Antônio Carlos Miguel (crítico musical e jornalista) - G1 Música - janeiro / 2015

Com belas composições e a ajuda de sua amada Patricia Lobato, o cantor e compositor mineiro Renato Motha nos presenteia com um recorte poético da calmaria que é a vida no campo. Uma levada branda, cordas, sopros e os sons da natureza fazem de 'Menino de Barro' um disco agradabilíssimo.

Ed Félix (crítico musical e jornalista) - janeiro / 2015 - Embrulhador (os 100 melhores da música brasileira em 2014)

Renato Motha é puro talento

Seja como compositor, seja como intérprete, Renato Motha faz um trabalho primoroso. Acabo de receber e ouvir Menino de Barro, seu décimo segundo disco. Destes, sete foram em parceria com Patrícia Lobato, outro talento indiscutível.

Synésio Júnior (jornalista e radialista) - 16 de Dezembro de 2014

Menos é mais (entrevista de Motha para o Jornal Estado de Minas)

Esse é um disco de canção brasileira, sobretudo em sua poética, com elementos característicos da música mineira. Desde 2009, quando me mudei para o campo, passei a valorizar mais o silêncio, o vazio, o simples, o lúdico. Junto disso, tem o trabalho que faço com mantras indianos, paralelamente ao da música brasileira, que também traz esses valores para a minha compreensão atual da música. Daí o disco ter esse tom intimista, esse toque minimalista, com aquele menos que, hoje, para mim significa mais", diz ele.

As músicas dessa última leva começaram a ser escritas de cinco anos para cá. Inspiraram Motha não apenas versos de Rosa, mas também Carlos Drumond de Andrade e Manoel de Barros. "As letras, feitas de poesia, falam sobre a infância, o romance, a nossa relação com a vida natural e os planos mais sutis. De maneira geral, é um disco sobre uma forma mais humanizada e harmoniosa de estar no mundo", conta.

Eduardo Tristão Girão - EM Cultura Publicação:30/09/2014

É curioso dizer isso, mas esta cantora mineira provavelmente é mais ouvida no Japão do que no seu próprio país. Em seu primeiro álbum solo, a bela Patricia Lobato está novamente ao lado de Renato Motha, parceiro de longa data, que assina a produção e os arranjos do trabalho. As faixas que compõem Suspirações também levam a assinatura de Motha, que musicou poemas da escritora Malluh Praxedes com uma abordagem interessantíssima sobre o universo feminino contemporâneo. Patricia aproveita muito bem o repertório, escolhido especialmente para seu timbre leve e sedutor. Versos românticos e lascivos numa atmosfera jazzística fazem de Suspirações um disco requintado e indispensável. O Brasil precisa conhecer Patricia Lobato.

Ed Félix (crítico musical e jornalista) - janeiro/2012 Embrulhador (os 100 melhores da música brasileira em 2011)

"Agora é que são elas" - o disco solo Suspirações, de Patricia Lobato, em que interpreta composições de Renato Motha com letras de Malluh Praxedes, é de um requinte raro no mercado fonográfico mineiro.

Nome em evidência na cena musical mineira desde que estreou em 1992 com o LP Brasileiro, Renato Motha é autor de canções sofisticadas que ainda carece ser descoberto pelas cantoras brasileiras. Enquanto isso não ocorre, ele vai provando que tem capacidade para ir sempre adiante."

Ailton Magioli - jornalista Estado de Minas - 07/11/11

Suspirações, maravilhoso CD de Patricia Lobato, que neste fim de semana ouvi e reouvi diversas vezes com grande emoção. Fiquei extasiado com momentos de rara beleza, com música de alta qualidade, inspiração e riqueza melódica. A voz de Patricia é um bálsamo para nossos ouvidos - seu domínio absoluto da emissão da voz de timbre cristalino, proveniente da sua alma e do seu coração, nos emociona e enleva sobremaneira. Em vários momentos senti os arrepios da emoção, usufruindo daqueles momentos mágicos que sua voz transmitia e perguntava-me: De onde vem esse canto divino, tão emotivo que nos conquista a ponto de desejar que não termine nunca? E seus acompanhamentos acoplados ao solos de surdina vocal do Renato Motha, tão bem encaixados no contexto? E os arranjos e o entrosamento entre vocês dois? Há tantas coisas a realçar que ficaria horas a fio descrevendo minhas impressões. Há muito tempo não me emocionava tanto. O CD Suspirações, desde já, antecipa-se como o melhor que ouvi este ano.

José Domingos Raffalli - jornalista e crítico musical do Jornal Folha da Estância - 24/10/11

Os mineiros Renato Motha e Patricia Lobato já haviam produzido um CD maravilhoso com poemas de Fernando Pessoa musicados pelo Renato, em perfeita integração de música e letra, o que é raro acontecer, sempre fica meio forçado. Agora eles voltam com um belíssimo CD em homenagem a Guimarães Rosa, que se chama Rosas para João e é bonito, delicado e refinado do início ao fim.

Nelson Motta - Sintonia fina #263 - Outubro/2010

"Rosas para João", o melhor disco do ano. Um cd dedicado e inspirado na obra de Guimarães Rosa. O que vem de um mestre da escrita, teve a sorte e a felicidade de cair nas mãos de um novo mestre da canção brasileira: Renato Motha, mineiro escondido lá nas Gerais, mas apreciado por uma seleta trupe de fãs brasileiros e internacionais. Renato teceu o fio das canções como quem faz uma roupa delicada, mas incrustada de pedras preciosas e rica em detalhes e texturas. Vozes (a dele e de sua companheira Patricia Lobato) acompanhadas por uma instrumentação acústica captada com esmero, fez desse seu último trabalho um momento único.

Luiz Lins - crítico musical Livraria Cultura Campinas, 25/11/2008

Bem inspirado - "Rosas para João traz canções inspiradas pela obra do escritor João Guimarães Rosa. Belas composições de Renato Motha,que as interpreta ao lado da cantora Patricia Lobato, com tratamento instrumental à altura, de ambiência jazzística.

Antônio Carlos Miguel - jornal O Globo - RJ, em 18/11/2008

Mantra Popular Brasileiro: sons unem o Brasil e a Índia - Renato Motha e Patricia Lobato reúnem amigos para celebrar a paz e a música, e pretendem fazer do espetáculo Shabds para a paz um evento anual, reunindo no mesmo palco grandes artistas mineiros que também se expressam musicalmente através da espiritualidade.

Estado de Minas -09/06/2006

Sons da Paz - o mundo está ao contrário, disse o poeta, e Shabds para a paz acontece porque ficou impossível alguém mais não reparar. Oportunidade recomendável, salutar. Além de favorecerem a união da consciência individual com a Consciência Universal, meditar e entoar mantras fortalecem os sistemas nervoso, glandular e imunológico, desintoxicando o organismo, prevenindo doenças e reduzindo a ansiedade e o stress. O espetáculo inédito idealizado por Renato Motha e Patricia Lobato acontece pela primeira vez em Minas.

Miguel Anunciação (crítico/espetáculos) - Hoje em Dia - 10/06/2006

Para o mundo ouvir - O álbum Planos que Renato Motha e Patricia Lobato fizeram para o mercado japonês, é um ótimo argumento, em forma de obra, para a discussão que se instala no meio musical sobre o que as rádios chamadas adultas devem ou não tocar dentro da ampla diversidade de discos de música brasileira.

Kiko Ferreira (crítico musical) - Estado de Minas - 07/02/2006

Os mineiros Renato Motha e Patricia Lobato transformaram em sambas e canções maravilhosos poemas de ninguém menos que Fernando Pessoa e seus heterônimos, no excelente CD Dois em Pessoa, uma agradável surpresa. Sobretudo o lindo samba Estou tonto, poderia facilmente passar como sendo de Chico Buarque, pelo alto nível de letra e pelo fraseado musical, tão integrado, que você jura que música e letra foram feitos ao mesmo tempo.

Nelson Motta (escritor, compositor e produtor musical) - Sintonia Fina- 06/2005

A arte de divulgar poesia usando música - O perfeito casamento das belas vozes de Motha e Patrícia é um dos trunfos de Dois em Pessoa. Bem gravado, bem cantado e arranjado, e primoroso na escolha dos temas. O álbum tem canções tocantes, a maioria flui naturalmente sobre os poemas como se tivessem sofrido o processo inverso.

Lauro Lisboa Garcia (crítico musical) - Estado de São Paulo - 12/07/2004

A musicalidade em Fernando Pessoa - Duas belezas se encontram em Dois em Pessoa: a poesia de Fernando Pessoa e o tino melódico e harmônico de Motha. Renato e Patrícia têm vozes bonitas e que, juntas, encontram perfeita sintonia. Tanto nos sambas quanto nas baladas, a dupla faz bonito, mostrando, num primeiro momento, o que a poesia de Fernando Pessoa pode ter de lépida, bem-humorada e irônica, e noutro, o que há de densidade e lirismo nos textos escolhidos para o CD 2. Trata-se, em suma, de um trabalho de fino acabamento, a despeito de ser uma produção independente, ou justamente por esse motivo.

Daniel Barbosa (crítico musical) - Jornal O Tempo - 17/05/2004

Canções do poeta (eterno-atual) - Transpor para a música sensações traduzidas em forma de poesia por um artista multifacetado como Fernando Pessoa (e seus heterônimos), foi um achado de Renato Motha e Patrícia Lobato. É impressionante como a poesia pré-era nuclear do português Pessoa casa perfeitamente com a delicada música pós-bossa-nova da dupla mineira.

Hélio Franco (crítico musical) - Correio Brasiliense - 27/05/2004

Equilíbrio total - o cantor e compositor mineiro Renato Motha lança o quinto disco de sua carreira, Todo, com um padrão de letras comparável à qualidade musical.

Ailton Magioli (crítico musical) - Estado de Minas - 03/07/2001

Obra de arte de um talento nato - Todo é seríssimo candidato a disco do ano! Renato Motha é um craque, um dos maiores criadores surgidos na cena musical brasileira nos últimos 10 anos.

Toninho Spessoto (crítico musical) - Almanaque Musical - SP - 11/09/2001

Renato Motha, uma pérola do manancial de Minas - Renato Motha é mais uma bela aparição que ultrapassou as montanhas e está pronta para ganhar o Brasil. Cada vez mais o trabalho de Renato torna-se melhor e mais inspirado.

Evanize Sydow (jornalista e crítico musical) - Página da Música - SP - 13/09/2001

Bom gosto de um iluminado - Renato Motha lança seu quinto CD Todo e consegue provar, mais uma vez, que está à frente de seu tempo.

Augusto Pio (jornalista e crítico musical) - Estado de Minas - 17/09/2001

Renato Motha ecoa a delicadeza em Todo - o novo CD do cantor e compositor chega ao público com o aval de uma carreira premiada.

Patrícia Cassese (repórter) - Jornal Hoje em Dia - BH - 17/09/2001

Renato Motha lança Todo - dono de uma das mais belas vozes da nova geração, forma com Patricia Lobato uma dupla que já está consagrada em Minas e vem sendo reconhecida pelo Brasil. O entrosamento vocal deles é perfeito, harmonia rara e preciosa.

Mauro Dias (crítico musical) - Jornal Estado de São Paulo -19/10/2001

A segurança e a categoria de Renato Motha - desde a primeira vez em que o ouvi, ficou claro que Renato possui uma alma poética que transborda de sentimento e emoção. Mais amadurecido, dono de uma voz bastante equilibrada, de belo timbre e ótima dicção, além de um repertório de nível elevado, documentou em Todo, a fertilidade de sua veia artística.

José Domingos Rafaelli (crítico musical) - Revista Music Net - RJ - 22/10/2001

Encanto plural - Renato Motha lança seu quinto disco, Todo, que mostra a valorização da poesia em seu trabalho de compositor, com canções feitas a partir de poemas de Fernando Pessoa e textos de Guimarães Rosa. Com a marca cada vez mais distinta de seu trabalho que, segundo admite, busca a essência e a simplicidade das coisas, Renato Motha atribui ä mulher Patricia Lobato, papel preponderante no seu desenvolvimento musical.

Ailton Magioli (crítico musical) - Estado de Minas - 27/11/2001

Renato Motha, seguramente uma das mais belas vozes do Brasil, lança seu 5º CD solo, Todo, com um repertório que desafia a mesmice; mais um belo trabalho deste mineiro. Talvez o maior esmero nas letras de suas canções, seja o grande avanço de Motha em relação a seus discos autorais anteriores, já que a voz e o bom gosto no uso do violão e da guitarra continuam intactos.

Maurício Gouvêa (crítico musical) - International Magazine - RJ - dezembro / 2001

Com uma belíssima releitura de valsas, modinhas e canções de domínio público, a dupla Renato Motha e Patricia Lobato esbanjou talento em Antigas Cantigas Brasileiras, mostrando que obras enraizadas na cultura popular têm caráter perene e nunca perdem o viço do novo.

Osvaldo Afonso (jornalista) - Jornal Minas Gerais -24/02/2000

Renato Motha lança Trilha das mãos, terceiro álbum solo - precisamente zen, Motha busca os múltiplos limites e possibilidades do som, que podem estar ocultos no discreto toque do corpo, no melódico assovio, na voz. Uma das faixas mais instigantes é Passarinho, que aposta na simplicidade harmoniosa entre o violão e o assovio.

Alécio Cunha (repórter) - Jornal Hoje em Dia - BH - 22/06/1999

Renato Motha lança trilha criada para coreografia - na contramão do sucesso fácil que predomina no atual mercado fonográfico brasileiro, Renato Motha surpreende com o lançamento de Trilha das mãos, um disco atípico, em sua curta, porém expressiva carreira.

Ailton Magioli (crítico musical) - Jornal O Tempo - BH - 02/07/1999

Experimentação - habituado a mostrar seu talento de cantor, guitarrista e arranjador em canções e sambas dentro da melhor tradição mineira, Renato Motha aceitou a provocação da bailarina Dudude Herrmann, e usou o corpo como instrumento de criação e execução dos 12 temas do provocante Trilha das mãos.

Kiko Ferreira (crítico musical) - Estado de Minas - 13/07/1999

Renato Motha - Trilha das Mãos - neste trabalho, totalmente solo, o intérprete, compositor e instrumentista Renato Motha utiliza o canto, o violão e o próprio corpo para produzir as mais inusitadas sonoridades.

Carlos Melo (crítico musical) - Revista Boca a boca - BH - 16/07/1999

Amarelo é um daqueles discos inesquecíveis, as músicas e os arranjos são tão bons, que fica difícil escolher algum para destacar. Conheça o mundo musical de Renato Motha, com certeza o prazer será todo seu!

Maurício Gouvêa (crítico musical) - International Magazine - RJ - dezembro / 1999

Amarelo - a boa confirmação de Renato Motha - o cantor, guitarrista e arranjador Renato Motha é um caso raro no cenário mineiro. As três funções aparecem em Renato para criar um artista completo, que ainda atua como compositor que faz ponte entre influências de clássicos como Tom Jobim e Edu Lobo e a escola mineira das harmonias elaboradas e melodias bem construídas.

Kiko Ferreira (crítico musical) - Jornal Estado de Minas - 10/03/1998

Chansonier nato, Motha canta cada vez melhor e é prova concreta da evolução da MPB em Minas.

Ailton Magioli (crítico musical) - Jornal O Tempo - BH - 11/03/1998

A luz musical de Renato Motha - "o sol brilha com luz amarela. Amarelo é a cor do centro. A luz amarela é o símbolo da civilização e da arte em seu apogeu, na mais plena harmonia". A frase, extraída do I Ching, explica o porquê do nome do mais novo CD do cantor, compositor, guitarrista e arranjador Renato Motha.

Anna Marina (jornalista) - Diário da Tarde - BH - 11/03/1998

O dono da voz - cantor surpreendente, o mineiro Renato Motha chega a seu segundo CD Amarelo, envolto em grande expectativa, uma decorrência de Brasileiro, o seu primeiro e bem solucionado álbum.

Pedrinho Alves Madeira (crítico musical) - Jornal Hoje em Dia - BH - 10/03/1998

Renato Motha e seu canto novo - a Movieplay acaba de lançar Brasileiro, um CD com 17 músicas, que lança o cantor e compositor mineiro Renato Motha, que também é um excelente guitarrista e violonista. Talento emergente, Motha une o lirismo a recursos de estúdio com fineza. Renato toca inteiro e com precisão, tem alma no que ele faz, de modo que caso continue no pique desse primeiro lançamento, o Brasil ouvirá ainda falar muito dele.

Audição obrigatória para quem está antenado no novo.

Tribuna do Ceará - Fortaleza - CE - Seção Entre Aspas - 13/06/1995

Renato Motha encontra o equilíbrio neste seu primeiro CD - romântico na maior parte das vezes, mas também hábil nos temas mais rápidos, Renato prende a atenção do ouvinte em 64 minutos de música feita com apuro e talento.

Kiko Ferreira (crítico musical) - Estado de Minas - 19/06/1995

O romantismo na versão de Renato Motha - a música popular brasileira acaba de ganhar um legítimo chansonier.

Ailton Magioli (crítico musical) - Diário da Tarde - BH - MG - 19/06/1995

Renato Motha estréia com Brasileiro - para quem vive reclamando que não aparece nada de novo, nada de bom, aí está o Renato Motha, mais um brasileiro caprichando em nossa canção.

Julinho Bittencourt (crítico musical) - A Tribuna - Santos - SP - 19/07/1995

Renato Motha prova que veio para ficar - o CD Brasileiro de Renato Motha, revela que o cantor e compositor mineiro está maduro e pronto para fazer sucesso. Ele é um dos maiores cantores de Minas e também um grande compositor, além de hábil instrumentista, tanto ao violão como na guitarra.

Augusto Pio (crítico musical) - Estado de Minas - 02/08/1995

Ainda bem que Minas não trabalha em silêncio o tempo todo - Renato Motha lança Brasileiro e é a mais nova revelação musical mineira para o Brasil.

Revista Áudio News - SP - 1995

Renato Motha é dono de belíssima voz, refinado instrumentista e compositor; o que nos faz compreender o motivo do seu sucesso.

Pedrinho Alves Madeira (crítico musical) - Jornal Hoje em Dia - BH - 27/01/1994

Safra mineira - mais um mineiro que desponta. O cantor, compositor e guitarrista Renato Motha lança Brasileiro. Suas composições, algumas com ilustres parceiros, revelam uma alma poética de grande potencial artístico.

José Domingos Rafaelli (crítico musical) - Jornal O Globo - RJ - 12/07/1993